Veja aqui como pode avaliar e desenvolver as competências para trabalhar remotamente.

 

No dia 9 de junho foi anunciado que a meta do teletrabalho na administração pública abrange 17 mil funcionários (Jornal Público). Também o setor privado pondera seriamente essa transição. Num benchmark realizado pela SHL Portugal, 39% da empresas inquiridas referiram que estão a estudar essa possibilidade, 30% responderam que pretendem implementar o teletrabalho para alguns colaboradores e 12% para um número significativo de trabalhadores.  

O desafio está lançado: Num mundo em que o trabalho remoto é a nova norma, é importante assegurar que as pessoas estão preparadas para terem sucesso. As pessoas trabalham de forma diferente quando o fazem remotamente, pelo que o apoio de que necessitam é também diferente. Neste sentido, para maximizar os benefícios e minimizar as ameaças, é necessário perceber quais as competências críticas para se ser eficaz em teletrabalho. A área de investigação e desenvolvimento da SHL realizou uma extensa revisão da literatura para perceber qual o estado da arte na teoria e na prática do trabalho remoto e quais são essas competências críticas. Estas competências orientadas para o trabalho remoto podem ser agrupadas em três categorias: Relações de Trabalho, Hábitos de Trabalho e Autodesenvolvimento e bem-estar. 

Desenvolvemos uma ferramenta que permite identificar os pontos fortes e áreas de melhoria de cada colaborador com base nessas competências – o Remote WorkQ. Trata-se de um questionário online, com tempo de resposta de 10 minutos, que pode ser respondido no computador ou no telemóvel. O relatório obtido permite criar insights para os Managers, sobre o nível de prontidão dos elementos da sua equipa para o teletrabalho, e fornece conselhos práticos de modo que possam apoiá-los a adaptarem-se a esse contexto e serem produtivos, o mais rapidamente possível. 

Caso pretenda preparar a sua equipa para o trabalho remoto, não deixe de nos perguntar sobre esta nova solução da SHL. 

 


  

“A acção de formação sobre Coaching Skills é muito bem estruturada, com pequeninos passos mas seguros, com exemplos, simulações e feedback.”

AXA Seguros