TRADUZIR OS OBJETIVOS DO NEGÓCIO NOS COMPORTAMENTOS NECESSÁRIOS

Melhorar o desempenho das pessoas e geri-las em todas as fases do seu ciclo de vida na empresa requer uma compreensão clara da visão organizacional.

É por isso que começamos todos os nossos trabalhos de construção ou redesenho de perfis de competências com entrevistas de visão com os líderes do negócio. Depois, trabalhamos com os gestores e chefias para identificar as competências técnicas e comportamentais necessárias para traduzir a estratégia de topo em ações do dia-a-dia críticas para alcançar o sucesso.

Definir qual "o desempenho ideal" para uma função particular implica uma relação de trabalho próxima com os gestores da empresa de todos os níveis, combinada com a nossa experiência em construir modelos exatos e validados.

Uma ajuda valiosa é a ESTRUTURA UNIVERSAL DE COMPETÊNCIAS (UCF) da SHL, resultado de cinco anos de investigação para identificar os comportamentos que conduzem ao sucesso em praticamente todas as funções de qualquer organização.

Definir os comportamentos e competências necessárias proporciona aos titulares e aos candidatos à função uma perspetiva clara do que é esperado deles e do que é valorizado pela organização. Isto também permite às chefias identificar e quantificar áreas de melhoria.

À medida que a organização cresce e se adapta ao seu mercado em mudança, também as competências necessitam de mudar.

A flexibilidade da abordagem da SHL Portugal é vital para o planeamento a longo prazo.

Para obter mais informações sobre como podemos ajudar a sua organização a determinar os fatores que conduzem ao sucesso e os critérios para recrutar, avaliar, gerir o desempenho, desenvolver, planear as sucessões e as carreiras das pessoas,  CONTACTE-NOS

Orientação Escolar e Profissional
“Este exame ajudou-me a retirar algumas dúvidas e também me proporcionou uma ideia mais determinada de cada agrupamento de disciplinas" (Jovem do 9º ano de escolaridade).
“Fiquei com uma ideia mais detalhada e, de certa forma, uma ideia mais consciente sobre os cursos e as profissões" (Jovem do 9º ano de escolaridade).
"Fez-me perceber que, seja qual for a minha escolha, é importante que eu me sinta realizada" (Jovem do 12º ano de escolaridade).
“Permitiu o amadurecimento de ideias" (Jovem do 12º ano de escolaridade).